BOCA MIÚDA: OS BASTIDORES DA POLÍTICA NA REGIÃO DOS LAGOS NESTA TERÇA-FEIRA (6)

Vereadora de Cabo Frio propõe CPI para investigar esgoto na lagoa; Título de cidadão cabo-friense; Denúncias em Búzios dão o que falar; TSE julga processo de prefeita e vice de Araruama; Educação de São Pedro indignada... e muito mais!


CPI DO ESGOTO NA LAGOA

Depois da criação de uma Comissão Especial para debater a poluição da lagoa de Araruama de forma ampla, com audiências públicas, inclusive, a sessão da Câmara Municipal de Cabo Frio desta terça (6) vai avaliar a proposta da  vereadora Letícia Jotta (PSC) de criar uma CPI para investigar o despejo irregular de esgoto no ecossistema. Conforme Letícia, o objetivo é averiguar se as comportas do sistema de tratamento de esgoto têm ficado abertas, permitindo o escoamento de esgoto in natura diretamente na lagoa. A Prolagos enviou uma nota no fim de semana, em virtude de uma manifestação que ocorreu no sábado (3) na Praia do Siqueira. Para colocar em votação, a vereadora precisa das assinaturas de pelo menos um terço dos parlamentares. De acordo com Letícia, seis vereadores se comprometeram com ela em assinar o pedido. A Prolagos, concessionária responsável pelo tratamento do esgoto na região, nega irregularidades e afirma seguir o contrato de concessão. 

 


TÍTULOS DE CIDADÃO CABO-FRIENSE

Em comemoração ao aniversário de 403 anos de Cabo Frio, a Câmara Municipal promove a Sessão Solene de entrega dos Títulos de Cidadão Cabo-friense e das Medalhas Major Belegard, Victorino Carriço, Mérito Desportivo Jedihel Duarte de Azevedo e Daracy Dinuci Francisconi. Será na próxima sexta (9), a partir das 20h, no Paradiso Corporate Hotel. Serão entregues Títulos as pessoas que não nasceram em Cabo Frio, mas prestam relevantes serviços à sociedade cabo-friense.

 


DENÚNCIAS EM BÚZIOS

E estão dando o que falar as graves denúncias sobre desvio de dinheiro (pagamento de R$ 87 milhões sem empenho) e folha de pagamento inchada por causa de horas extras (R$ 400 mil um mês), na Prefeitura de Búzios, ditas em entrevistas a dois veículos de comunicação do balneário pelo próprio vice-prefeito Henrique Gomes e pelo ex-secretário de Esportes e Governo Robinho do Salão, que botou ainda mais lenha na fogueira. Tais denúncias sobraram até para os vereadores os quais, segundo Robinho, tinham ciência do fato e nada fizeram. Por causa disso, o empresário Alexandre Martins - que já foi vereador e vice-prefeito do balneário, e é oposição ferrenha ao prefeito André Granado, soltou o verbo num vídeo postado no Facebook nesta segunda (5) e fez um apelo para chamar a atenção do legislativo, a fim de que os fatos sejam apurados. "Queria chamar a atenção para que a Câmara e o Ministério Público levantassem isso a fundo. Porque é muito preocupante e a população tem que saber disso". Veja o vídeo:

 

 

 


VAI TER QUE EXPLICAR

Por causa das denúncias feitas pelo vice-prefeito, a convocação do ex-secretário de Fazenda e Governo de Búzios, Kleber Ferreira, para explicar os R$ 87 milhões, está na pauta de votação da sessão da Câmara de Vereadores desta terça-feira (6). Vale lembrar que Kleber foi exonerado (a pedido dele mesmo) antes de assinar o dito pagamento sem o empenho. A proposta da convocação é da vereadora Gladys Nunes, que também propôs, para a mesma sessão, uma solicitação ao prefeito com a relação de todos os empenhos e as respectivas ordens de pagamento emitidos de 1º de janeiro de 2017 a 31 de outubro deste ano.

 


AUDIÊNCIA PÚBLICA

E nesta quarta (7), a mesma Casa de Leis realiza audiência pública para discutir com a população o Projeto de Emenda à Lei Orgânica Municipal 02/2018, que visa alterar o parágrafo 2º do Artigo 158 da Lei Orgânica de Búzios. A emenda do Executivo propõe que áreas verdes, praças, parques, jardins e unidades de conservação sejam patrimônio público inalienável, "sendo proibida sua concessão ou cessão para particulares ou para entes de outras esferas do Poder Público, bem como qualquer atividade ou empreendimento público ou privado mantido por concessionários ou cessionários, que danifique ou altere suas características originais".

 

 

3º CORTE DE PONTO

Os servidores da educação de São Pedro da Aldeia não estão nada satisfeitos e fizeram um comunicado nesta terça (6), em rede social, sobre, segundo eles, a "má fé do governo municipal", por ter cortado ponto mesmo após mais de um mês de retorno das aulas depois da greve. "Antes do fim da greve várias reuniões ocorreram na secretaria de educação e na câmara municipal, e um dos pontos era que, greve findando, não ocorreria corte de ponto. Os grevistas findaram a greve, retornaram às escolas no dia 1º de outubro, entretanto, um segundo corte de ponto ocorreu. Confiando ainda na postura governamental, permaneceram em seus postos de trabalho, iniciando a elaboração do calendário de reposição junto ao sindicato, Semed e CME. Contudo, após um mês e 5 dias do fim da greve, foram mais uma vez surpreendido com o 3º corte de ponto. Servidores pais e mães de famílias estarão desprovidos do sustento familiar e pagamento de contas como energia e água e etc.

 

 

APROPRIAÇÃO?

A turma da Praça do Cova anda dizendo que o ex-superintendente de Juventude, Junior Arruda, teria "se apropriado" do Balcão de Empregos de Arraial do Cabo. Arruda - que queria status de secretário, não conseguiu e pediu demissão - era o coordenador do Balcão e resolveu dar continuidade ao projeto, virtualmente. E até já mudou o endereço eletrônico para onde devem ser mandados os currículos. "Estamos com um novo endereço eletrônico que gostaríamos de compartilhar com você para que nos encaminhe o seu curriculum. Este projeto não faz parte de nenhum órgão público e o trabalho será desenvolvido de maneira voluntária, sob a coordenação do Junior Arruda", diz o post.

 

 

TSE JULGA

O TSE julga nesta terça-feira (6) recurso contra a decisão do ministro Admar Gonzaga, que inocentou a prefeita de Araruama, Lívia de Chiquinho, e o vice-prefeito, Marcelo Amaral. Os dois são acusados de abuso de poder econômico, captação ilícita de sufrágio, corrupção e fraude nas eleições de 2016. O ministro Admar Gonzaga, relator do processo, manteve a decisão do TRE, que por unanimidade negou o pedido de impugnação do mandato da prefeita e do vice.

 

 

TURISMO NÁUTICO

A prefeita de Iguaba Grasiella Magalhães e o secretário de Turismo, Marco Aurélio Gama, se encontraram com o Comandante José Serafim, da Capitania dos Portos, e o suboficial Luiz Cláudio Caracci, para buscar a legalização do turismo náutico no município. No encontro, o comandante mencionou algumas atividades que podem ser realizadas na cidade. "Temos uma área técnica administrativa voltada para segurança de navegação, fiscalização de barcos, diversos cursos para arrais amadores, para pequenas embarcações particulares".

Categorias: Boca Miúda

Fotos da notícia




Outras notícias